Desmame é transformação

O desmame é acima de tudo TRANSFORMAÇÃO!
É a transformação da relação mãe e filho, onde há a ampliação das formas de carinho e comunicação. A mãe passa a atender o bebê de outras formas, mostrando a ele que podem se relacionar de forma afetuosa através de outros meios.

E quando falamos sobre desmame, consultoria em desmame, orientação em desmame, não estamos falando em determinar regras rígidas sobre esse processo, mas sim, auxiliar que as mães, que assim o queiram, possam agir de forma não violenta ou abrupta ao desmamar.

Desmame não é solução para falta de tempo, exaustão devido a livre demanda, peito machucado ou pouco leite. Para isso existem outros recursos e estou sempre atenta aos reais motivos do desmame e se nele não se esconde um pedido de ajuda.
Sendo a amamentação um período tão importante, cheio de carinho e vínculo, o desmame não poderia ter outro viés senão este.

Do ponto de vista psicológico, o desmame é um marco importante para mãe e bebê, pois neste momento há uma separação do corpo, um limite a ser entendido entre o eu e o outro. Algo estruturante na relação do bebê com o mundo e em relação a si mesmo.

Quando a mãe diz “não, este corpo é meu” ela sinaliza para o bebê que há uma diferença, um território, do qual ele também dispõe. Este momento é tão profundo que a partir dele irão se construir muitas outras habilidades para o bebê: o respeitar o querer do outro e o seu próprio, os limites de seu próprio corpo, comunicação ao invés do choro, a vida em sociedade e muito mais.

O desmame significa crescimento e aquisição de habilidades quando é feito no momento em que a criança está preparada. Conduzir esse processo com paciência e amor é fundamental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *